.

Mais uma Etapa Vencida

Existe um cântico que tem uma letra muito bonita e é assim: “Aqui chegamos pela fé, Confiando em Deus. A palavra é fiel, Não olharemos para trás. Vamos com fé! Não olharemos, Aqui chegamos pela fé, Aqui chegamos pela fé”. Glorificamos ao Senhor por mais uma etapa concluída. Será que temos algum crédito em tudo isso, ou aconteceu algo em nossa Convenção pelos nossos méritos? De modo algum. Somos fracos, falhos e sempre deixamos a desejar. Nós não somos nada se não dependermos inteiramente do nosso Senhor Jesus Cristo. Se aqui chegamos é porque existe uma pequena fé, e esta não está firmada naquilo que vemos, mas naquilo que não vemos. Esta fé não está estabelecida em homem algum, mas sim naquele foi, que é e, será para todo sempre: ele é Jesus.

Com o empenho de todos os pastores, consagrados, membros, demais lideranças e os Departamentos Regionais ,foi possível realizar muitos eventos aqui em nossa Convenção, entre eles conferências evangelísticas, treinamento em várias áreas, encontro de capacitação pastoral, batismos, vigílias, inauguração das igrejas de Primavera e Lucélia; demos continuidade ao projeto da Fatap, que está no último ano; continuamos investindo nos projetos Primavera, Jaú, Lins e a terceira igreja de Bauru. Por tudo isso nós glorificamos ao Senhor e dedicamos a Ele essas realizações e outras que foram possíveis concretizar.
Nesta Gestão 2012-2015, toda a nossa equipe está se esforçando para continuar cumprindo o Planejamento Estratégico Geral e Regional que compreende seis diretrizes aprovadas pela Junta Geral Deliberativa, que são: Proclamação; Santificação; Valorização Pastoral; Valorização das Crianças, Adolescentes, Jovens e Mulheres; Organização Eclesiástica e Educação Cristã; e para a glória do Senhor, muitas ações dessas diretrizes já são realidades aqui em nossa Convenção. Continuemos orando a Deus a fim de que possamos cumpri-las até o final da gestão.
Queremos, também, deixar registrado o apoio que temos recebido dos nossos irmãos quando empreendemos viagens para representar a Diretoria Regional; somos bem recebidos e bem tratados pelos mesmos, e isso inclui os nossos pastores e demais trabalhadores da Iap que têm dado todo apoio necessário para fazermos a obra do Senhor. Lembramos, de igual forma, dos nossos patrocinadores que, ao longo desses cinco anos, têm ajudado a Convenção, ofertando para o pagamento da revista, e essa ajuda tem dado condições para que a Diretoria Regional publique um material que possa ser apresentado para que o nome do Senhor seja glorificado. São mais de vinte irmãos que têm colocado a sua marca a serviço do Senhor. Nós não vendemos espaço, apenas oramos por eles e voluntariamente eles nos ajudam a custear as despesas.
Finalmente, agradecemos a todos os promessistas desta Convenção, que têm lutado por esta causa bendita. Muito obrigado irmãos(ãs), e que o Senhor os recompensem a cada dia pelo que fazem em favor da obra dEle, e isso inclui os seus dízimos e ofertas. Continuem demonstrando lealdade e fidelidade irrestrita a Jesus. Louvamos a Deus pelos companheiros da Diretoria Regional, como também às suas famílias que sempre têm compreendido esta causa. Louvamos a Deus pelos pastores e seus familiares que estão sempre prontos a servirem ao Senhor. Também quero fazer o meu agradecimento à minha família que dia após dia me tem amparado e me ajudado neste ministério.

 

Pr. Izaias dos Reis
Superintendente da Convenção Oeste Paulista

Proclamando Vida

Missão é uma palavra que expressa serviço irrestrito, e quando esta verdade é posta em prática, toda a missão cumprida expressa sucesso. Isso é verdade até mesmo quando o missionário (o responsável pela missão), perde a vida. Nesta atitude, subtende-se que, o que importa é a mensagem, e esta tem que ser entregue sob qualquer consequência. Havendo negligência de um missionário, outro se levantará, e a mensagem será proclamada integralmente. Seu conteúdo não mudará.

Entre os homens, a missão pode até ser abortada mesmo depois de projetada ou iniciada, mas em outro tempo, ela será realizada. Em se tratando de uma missão projetada por Deus, afirmamos que ela nunca será abortada, pois quem a projetou é imutável e onisciente, ele sabe o resultado da missão antes do seu início.

A missão de Jesus (de nos regatar para Deus) foi cumprida, e Ele próprio nos comissionou a dar continuidade, ou seja, realizar a missão de resgate, “Proclamando Vida” a todas as pessoas. Nesta obra, muitos estão engajados e a missão será realizada por quem se propõe a ir por aqueles que oram em favor dos que foram e por quem abre a mão para contribuir.

Como proclamadores de vida, nunca estaremos sozinhos. Jesus nos garantiu que estaria conosco todos os dias até o fim da proclamação. “… eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.” (Mt. 28:20)

Aquele que nos comissionou a Proclamar Vida, também nos deu um alvo a alcançar: “E percorria Jesus todas as cidades e povoados…” (Mt. 9:35). Nesta missão, temos que desenvolver mais um alvo, o qual é chamado de “paixão” pelas pessoas: “Vendo as multidões compadeceu-se delas” (Mt. 9:36).

A seara é grande e, há uma pequena quantidade de trabalhadores, mas o Dono da seara nos ensina a pedir mais trabalhadores (Mt. 9:37-38).

Com a grande missão de Proclamar Vida é que o DERME, (Departamento de Missões e Evangelismo) realizou simpósios de discussões evangelísticas em todos os distritos. O objetivo destes simpósios foi valorizar o trabalho evangelístico que já está sendo realizado nas igrejas. Ademais, na oportunidade, o DERME apresentou um projeto de evangelismo para ser realizado prioritariamente aos sábados, envolvendo toda a igreja. Este projeto já está sendo realizado por algumas igrejas, considerando adequações necessárias à realidade das mesmas. Sua abrangência consiste, basicamente, em:

1º Sábado- Entrega de folhetos;

2º Sábado- Visitas a enfermos, a necessitados e a idosos (hospitais, residência);

3º Sábado – Visitas aos amigos e parente dos irmãos e também à pessoas que periodicamente visitam a igreja

4º Sábado- Visitas aos membros da igreja;

5º Sábado- Reunião para avaliação das tarefas realizadas (a cada 60 dias).

Entre outras atividades, destacamos a realização de estudos bíblicos, grupos familiares, programa de rádio, programa de televisão, campanhas nas praças, panfletagem etc.

Agora estamos nos preparando para a realização do primeiro Congresso de Missões em nossa Convenção. Este será realizado no dia 06 de julho, no auditório da UNIMAR, em Marília, com o tema: Proclamando Vida.

Firmes em nossa missão, a nossa visão será sempre para o alvo, que é Cristo, Ele é A Vida. Vamos Proclamá-lo.

Pr. Valdecir Martins

Vice-Superintendente da Convenção Oeste Paulista e Diretor do DERME

Organizando a Igreja, Construindo História

“Por isso o meu Deus pôs no meu coração reunir os nobres, os oficiais e todo o povo para registrá-los por famílias. Encontrei o registro genealógico dos que foram os primeiros a voltar” (Neemias 7:5)
Neemias foi escolhido por Deus para ser um dos seus grandes servos na reedificação de Jerusalém, após o período de exílio. A Neemias coube não só a tarefa de reconstrução dos muros e suas portas, mas também uma significativa reforma administrativa e espiritual. As ações de Neemias são, hoje, não apenas uma mensagem espiritual para o que deve ser feito na igreja de Cristo, mas também referencial teórico para a administração eclesiástica e secular.
Quero destacar aqui duas importantes ações daquele servo do Senhor: o registro dos fatos relevantes na reforma realizada por ele, e o levantamento da população que estava com ele em Jerusalém.
Neemias se preocupou em registrar fatos significativos na sua missão, e, ao registrá-los, estava produzindo história, deixando um valioso legado para o povo judeu e para a humanidade. Ele também se preocupou em não apenas fazer uma contagem numérica do povo, mas também deixar registrados muitos nomes de pessoas que, juntamente com ele, reedificaram a honra e o bem-estar de uma nação.
O registro de fatos, de números e de nomes através de atas, revistas, jornais, relatórios, sites e outros meios, tem a ver com todo um constructo de valores morais, organizacionais, sentimentais e espirituais de um povo. Se quisermos que nossa igreja tenha status de organização, seremos encorajados a produzir os elementos que farão com que ela alcance esse objetivo. E isso requer de nós a preocupação que houve em Neemias de não apenas fazer uma obra em determinado tempo e espaço, mas também contá-la através da narração de eventos, dos números e valorizando as pessoas que atuam no contexto histórico em que estamos inseridos, mesmo que de forma representativa.
Na igreja Adventista da Promessa, os Neemias são, especialmente, os secretários que atuam nas diferentes áreas desse organismo espiritual. A eles cabe a missão de produzir a nossa história. Nem sempre eles serão os autores diretos de seus registros; precisarão da ajuda de outros irmãos com suas especialidades para mostrarem ao mundo que sabemos fazer as coisas do nosso Deus com qualidade e excelência.
Ficam aqui os agradecimentos da diretoria regional a todos os que, conosco, constroem o memorial da Igreja Adventista da Promessa na região oeste paulista: pastores, secretários, fotógrafos e demais ajudadores. Um agradecimento especial à irmã Márcia Lira que tem sido muito dedicada e eficiente no escritório regional, reunindo dados e transformando-os em história.
Que, juntos, possamos unir à espiritualidade, eficiência e organização para que as nossas obras sejam motivo de glorificação ao Pai Celestial (I Co 10:31).

Pr. Abimael Canto Melo
Secretário da Convenção Oeste Paulista

Do Senhor Vem Toda a Provisão

“Porque quem sou eu, e quem é o meu povo, para que pudéssemos oferecer voluntariamente coisas semelhantes? Porque tudo vem de ti, e do que é teu to damos” 1 Crônicas 29:14
Em todas as épocas Deus tem realizado grandes obras na terra. Foi por Sua palavra que tudo veio à existência, e por Seu grande poder tudo subsiste. Deus tem executado o seu projeto de salvação, contando com a participação humana, dos salvos que vivem para sua glória. No texto que destacamos acima, percebemos a grande alegria no coração do rei Davi e o reconhecimento da provisão do Senhor, pois, um importante projeto que o próprio Deus plantou em seu coração estava se viabilizando: a construção de um templo para o Senhor. Muitos recursos necessários já estavam disponíveis, materiais caríssimos de boa qualidade, e agora, o rei se alegra, pois, no tempo determinado por Deus, essa grande obra poderia ser realizada.
Davi louva ao Senhor porque reconhece que todos aqueles recursos só estavam ali e o templo do Senhor iria ser construído porque, primeiramente, o Senhor abençoou o Seu povo, derramando as provisões do céu e assim, no coração de todos, houve liberalidade e exercício de fidelidade, ofertando voluntariamente para a realização do grande projeto.
Esse episódio bíblico nos leva a pensar no projeto que Deus está realizando em nosso tempo, usando a IAP nesses últimos 81 anos, inclusive em nossa Convenção Oeste Paulista. Somos muito conscientes de que toda a ação que realizamos, seja na administração, seja em programas espirituais, evangelização e cada atividade que, pela graça do Senhor, realizamos, estamos participando da edificação de uma grande obra.
Igual a Davi, glorificamos ao Senhor nosso Deus porque a nossa Convenção está consolidada, graças aos recursos que vieram do povo abençoado por Ele. Nos alegramos também porque mesmo sabendo que temos muito ainda para edificar, certamente as provisões continuarão vindo através da fiel contribuição de cada promessista da Convenção Oeste Paulista.
Neste momento, convido você, meu irmão e minha irmã, a agradecer e a glorificar ao Senhor comigo. Não nos faltam razões para nos alegrarmos, pois, no ano de 2012, constatamos um crescimento de 17% nos dízimos e ofertas, possibilitando a continuidade nos investimentos em missões e evangelismo; construções e reformas; compra de equipamentos para nossas igrejas; subsídio para a nossa FATAP; programas para o aperfeiçoamento de nossa liderança e demais necessidades da obra.
De coração, agradeço aos nossos irmãos que têm confiado no Senhor e com muito amor, alegria e gratidão, dão ao Senhor daquilo que têm recebido das Suas mãos, dizimando, ofertando e contribuindo com as campanhas especiais da igreja.
Encerro estas palavras, reconhecendo, junto com você, que o Senhor nosso Deus é a fonte inesgotável de todos os nossos recursos.

Pr. Cícero Nunes de Oliveira
Diretor Financeiro da Convenção Oeste Paulista

Zelando Pelo Nosso Patrimônio

“Se não for o Senhor o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção” Salmos 127:1

Dou graças a Deus pela sua misericórdia em me colocar diante de um grande desafio na atual conjuntura da IAP, quando estamos em pleno tempo de reforma administrativa e, com isso, também, repaginando nossa forma de tratar as coisas de Deus, com a adequação estrutural dos nossos templos e demais elementos que fazem parte da pasta patrimonial.
Não fomos chamados para batalhar sozinhos, sou grato aos meus ilustres colegas de ministério que compõem a diretoria da Convenção Oeste Paulista: Pr. Izaias dos Reis, Pr. Valdecir Martins do Nacimento, Pr. Cícero Nunes e Pr. Abimael Canto Melo, que muito têm me ajudado nessa nova experiência vivida até aqui.
Como disse o Salmista: Bendito seja o SENHOR, rocha minha, que me adestra as mãos para a batalha e os dedos, para a guerra. Nosso trabalho não é simples. Tratamos com documentos, obras e outras preocupações que exigem de nós muito cuidado e responsabilidade, especialmente no que diz respeito aos nossos templos e suas dependências. Sabemos que precisamos nos adequar às normas de segurança e acessibilidade que cada vez mais são cobradas para os lugares onde há aglomeração de pessoas. Os acontecimentos trágicos dos últimos anos, sendo o mais recente o que ocorreu na cidade de Santa Maria, na madrugada do dia 27 de janeiro, acende uma luz de alerta para as autoridades e os desdobramentos desse alerta chegam às igrejas. Portanto, é urgente que nós, que pregamos um evangelho de correção e justiça, sejamos os primeiros a tomar medidas que mostrem ao mundo que fazemos as coisas bem feitas, com segurança, e zelando pelo maior patrimônio que temos: a vida. Conto, para isso, com a colaboração de toda a igreja do Senhor Jesus, não só em oração, mas também com ações pró-ativas no sentido de apresentarmos ao mundo nossos bens, móveis e imóveis, de maneira que Deus seja neles glorificado.
Ficam aqui, também, os meus agradecimentos à minha esposa, Dsa. Inácia, que sempre esteve ao meu lado apoiando e contribuindo também com este ministério; aos meus filhos Daniela, Gabriela, e Rafael, que sempre compreenderam os momentos em que os deixei para estar a serviço do Rei.
Que o nosso Deus continue sendo a nossa fortaleza e o nosso alto refugio e nos dê temor e sabedoria para tratarmos as coisas santas, amém.

Pr. Daniel de Melo e Silva
Diretor de Patrimônio da Convenção Oeste Paulista